Sábado, 22 de Julho de 2017

Às cegas com uma nesga de luz

Teatro do Oprimido - Congresso

 

 

 


publicado por Fer.Ribeiro às 04:34
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Março de 2016

Um elogio ao equinócio da primavera

1600-flores-16 (7)

 

Aqui fica o meu elogio ao equinócio da primavera, que contrariamente ao seu significado maior da igualdade, do dia igual à noite, se celebra com o despertar das florezinhas. Contrates, sim, é tudo por causa dos contrates, do dia igual à noite, como se tal fosse possível… bom, mas isto já são devaneios meus, pois todos sabemos que os equinócios, de primavera e outono, definem os dois momentos do ano em que o dia tem 12 horas e a noite outras tantas, além de definirem também o início de duas estações do ano, com o mesmo nome. Mas porquê florzinhas!?, pois porque sim, e então cá estão elas, umas que encontrei no seu dia, dia 20 de março.

 

1600-flores-16 (16)

 

E se por aqui, às vezes, me dá para os devaneios, também me dá, isso sempre (mesmo os devaneios) para a sinceridade. Bem vos poderia mentir e dizer que esta última foto é a minha composição pensada para o equinócio da primavera, com o verde e amarelo a dar significado ao despertar dos campos e o negro a significar a noite, a outra metade do equinócio. Mas não, a realidade é que esta foi uma foto do acaso em que disparei sem querer, saiu assim e simplesmente a achei interessante, pois se a quisesse compor, nunca a conseguiria.

 

1600-(46090)

 

Por último deixo-vos o meu verdadeiro elogio ao equinócio, uma melodia silenciosa do anoitecer, sem músicos, nem música nem noite. Apenas um momento da magia da cor e os contrates, em silêncio. Coisas de que gosto. Eu gosto.

 

 

 


publicado por Fer.Ribeiro às 01:19
link do post | comentar | favorito
Domingo, 21 de Fevereiro de 2016

Devaneios Fotográficos

1600-cc

 

 

 


publicado por Fer.Ribeiro às 03:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 20 de Fevereiro de 2016

Outros sabores à margem

1600-sabores-16 (128)

 


publicado por Fer.Ribeiro às 04:36
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 27 de Agosto de 2012

Mimos

 

Também os mimos têm os seus momentos...

 


publicado por Fer.Ribeiro às 02:27
link do post | comentar | favorito
Sábado, 4 de Agosto de 2012

Músicos de rua - Amsterdam

 


publicado por Fer.Ribeiro às 00:01
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 3 de Agosto de 2012

Coisas do mar

 

Amarrações do navio hospital Gil Eanes - Viana do Castelo

 

 

Fim de tarde na praia do Furadouro

 


publicado por Fer.Ribeiro às 03:27
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Setembro de 2010

THE END

.

No meu tempo de puto grande, tempo de ser poeta apaixonado, gostava dizer : “ Não digo adeus, digo amor até ficar sem palavras” – coisas de putos!

 

Hoje, longe de esgotar as palavras e o amor, digo adeus com um até sempre sem regresso.

 

Foi bom ter andado por aqui, parto com saudades, mas este blog acaba mesmo aqui. Obrigado pela companhia e por aturarem os meus devaneios.


 

Adeus!

 

 

 

 



publicado por Fer.Ribeiro às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 15 de Julho de 2010

Fechos e fechaduras

 

.

 

Tal como as fechaduras fecham uma porta que já nem abre, também eu estive uns dias fechado nos meus afazeres, tantos, que nem sequer uma pinga de tempo tive para vir por aqui. Mas cá estou de novo, nesta que é a minha verdadeira praia (gosto deste novo termo), principalmente por ser uma praia quase deserta, onde podemos estar à vontade. No entanto, só me abriram a porta para apanhar um bocado de ar e sol, mas prometo continuar  por aqui, embora durante os próximos dias, ande nas nuvens… sem palavras, apenas com imagens.

 

Até às nuvens!

 

 



publicado por Fer.Ribeiro às 03:08
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Junho de 2010

Redes

 

.

 

 

Cair na rede ou nas redes...

Quem não cai!?

A questão está, só, em saber cair…

 

 

 


 


publicado por Fer.Ribeiro às 02:41
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Junho de 2010

Reflexão com reflexos

 

.

 

Penso também ter direito aos meus momentos esquisitos

Por isso, entrei em período de reflexão

Assim, fotograficamente, só me ocorrem reflexos.

 

 

 



publicado por Fer.Ribeiro às 03:47
link do post | comentar | favorito
Domingo, 20 de Junho de 2010

Picos...ui

 

.

 

 

É preciso ser-se grande para conhecer as carícias de um pico...ui!

 

 


publicado por Fer.Ribeiro às 04:51
link do post | comentar | favorito
Sábado, 19 de Junho de 2010

Entre estes e os outros, prefiro estes...

 

.

 

Hoje apeteceu-me trazer aqui burros e encontrei estes no baú de imagens, não eram bem estes que queria … mas pensando bem, estes,  ainda merecem um click fotográfico e depois, também, nem por isso gosto lá muito dos outros…de pavões, ando eu farto o dia inteiro.


publicado por Fer.Ribeiro às 03:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 18 de Junho de 2010

Para além do sonho, há o sonho!

 

.

 

O velho sonho já há muito que se cumpre – voar – até a lua deixou de ser assim tão distante e no entanto quase tudo continua como antes, só diferem as vistas e vemos melhor a nossa pequenez perdida por entre um rebanho de nuvens. O grande universo continua imenso, em nada se alterou. Alcançado o sonho, novos sonhos se desenham. Nunca saciamos, somos quase ingratos, queremos sempre mais…

 

Algures, por cima das Astúrias, os devaneios voavam sem lhe conhecer o gosto da liberdade de um voo meu. Nem Fernão nem gaivota, era conduzido apenas em mais um voo.

 

 

 



publicado por Fer.Ribeiro às 02:46
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Junho de 2010

Geométrico

 

 

.

 

Infelizmente a minha fé anda muito por baixo…simplesmente deixei de acreditar e cada vez mais, tenho menos dúvidas, ou seja, sem fé, não duvido em duvidar de nada e também, as certezas são mais certas. Não duvido, por exemplo, que tudo termina com a morte e que para além dela, nada existe e, tenho pena de não acreditar em reencarnações, muito pena, pois gostaria de numa vida futura ser geométrico…talvez uma esfera, triangulo não por causa dos bicos, circunferência também não porque não gosto de andar à roda, quadrado muito menos porque é comum, desinteressante, monótono…penso que gostaria mesmo era de ser recta, ser todos os seus pontos e não ser nenhum, não ter início nem fim, tender para o infinito sem nunca o alcançar. Enfim, viver na eternidade sem ser eterno…que pena ter perdido a fé e saber que nunca irei ser geométrico…nem recta.

 

 

 



publicado por Fer.Ribeiro às 02:39
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.Para acompanhar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Às cegas com uma nesga de...

. Um elogio ao equinócio da...

. Devaneios Fotográficos

. Outros sabores à margem

. Mimos

. Músicos de rua - Amsterda...

. Coisas do mar

. THE END

. Fechos e fechaduras

. Redes

.arquivos

. Julho 2017

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.ligar a:

.Creative Commons

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

.Desde 09-01-07

.Estão a espreitar

online

.G+

blogs SAPO

.subscrever feeds