Terça-feira, 15 de Março de 2016

Reflexos flavienses

1600-(45998)

 

 

 


publicado por Fer.Ribeiro às 01:36
link do post | comentar | favorito
Sábado, 20 de Fevereiro de 2016

Outros sabores à margem

1600-sabores-16 (128)

 


publicado por Fer.Ribeiro às 04:36
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 10 de Maio de 2010

Memórias do Texas

 

 

Rebuscando no baú de imagens, fica esta do velho Texas e a memória de uma linha que nos foi roubada.

 

 


publicado por Fer.Ribeiro às 01:54
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

Os sítios e lugares da terrinha

 

.

 

O que nos faz ser dos sítios é a beleza com que pintamos os lugares. Poderão ao olho comum, indiferente e forasteiro ser tudo isso , ou seja, ser também comum, indiferente e forasteiro, mas para nós, que é nosso, cada lugar do nosso sítio é o lugar mais belo do mundo…vejam este!

 

Haverá coisa mais bela!?

Claro que não, é um lugar da minha terra!

 

 

 

.


publicado por Fer.Ribeiro às 02:41
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 16 de Março de 2010

A Top Model de Chaves

 

.

 

Qual lifting ou botox

Com 2000 anos

Faz inveja a qualquer

Catraia de hoje

E a receita é simples

Pedra sobre pedra

Da região

Com a arte daquele povo

Que um dia o escritor

Apelidou de “pequenos mas fodidos”

Romanos!

 


publicado por Fer.Ribeiro às 01:34
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010

Gato de Orjais

 

 

 

Sem comentários, porque às vezes as palavras só atrapalham!

 

 

 


publicado por Fer.Ribeiro às 03:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

Tradições (quase) perdidas

1

 

 

2

 

 

 

3

 

 

4

 

 

 

Com o decorrer das horas, acabou (quase) por encher, mas depressa esvaziou.

 

 

 

 

 


publicado por Fer.Ribeiro às 03:50
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

O Despertar

 

.

 

O DESPERTAR


A luz sorveu a treva

libertando o meu rosto

de insegura

e fatídica prisão.

Agora sou feliz

sem pesadelos,

sentindo ao despertar

o grito dos espelhos

e a volúpia das rosas

na brisa matinal.


in Périplo, Edgar Carneiro

 

 

Em jeito de homenagem ao mais velho poeta flaviense.

 


publicado por Fer.Ribeiro às 00:00
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Voar é possível

 

.

 

Sempre quis voar…

Em  troca

Deram os olhos de uma criança

Rasos de água

Para navegar

 


publicado por Fer.Ribeiro às 04:35
link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Dezembro de 2009

Aqui há lontras

 

.

 

Ontem, pela primeira vez na vida, vi uma lontra, ou melhor, já vi muitas lontras, mas verdadeiras, só uma e, foi aqui neste ambiente que deixo em estilo de apreciação.

 

Já agora, um MUITO OBRIGADO, aos meus anónimos  e fiéis 20 visitantes deste blog. É um agradecimento sentido e sincero!


publicado por Fer.Ribeiro às 04:47
link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Dezembro de 2009

às vezes também me apetece

 

.

Às vezes

também me apetece

agitar-me

ir por aí abaixo

desaguar

 

 

 

 

 

 

 


publicado por Fer.Ribeiro às 04:00
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009

Coisas nossas - Barro preto de Vilar de Nantes - Chaves - Portugal

 

 

Poderia ser arte, mas por aqui é olaria, por aqui é barro preto, por aqui são pucareiros, por aqui, quando muito, são artesãos.

 


publicado por Fer.Ribeiro às 03:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

De uma casa portuguesa, com certeza

 

Qual Cinderela descalça andará aí pela calçada.  Cinderela não é pela certa. Maria, talvez. Rita, Antónia, Laurinda, Conceição, não sei. Para a Luísa seria complicado, subir que sobe a calçada, não era com estes, não poderia ser. De madame, pois. Seja. São sem dúvida de uma casa portuguesa, que tal como a casa, também já eles foram, luziram, nas luzes de uma sociedade qualquer.

 

Um requiem e uma lágrima por uma casa portuguesa, com certeza!

 

Absoluta!


publicado por Fer.Ribeiro às 02:56
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 5 de Março de 2009

A cor Azul

 

.

 

E agora o azul... oremos por ela!

 


publicado por fernando ribeiro às 15:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2009

Esculturas do frio

 

A natureza pode ser fria, mas é sempre bela...


publicado por fernando ribeiro às 03:11
link do post | comentar | favorito

.Para acompanhar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reflexos flavienses

. Outros sabores à margem

. Memórias do Texas

. Os sítios e lugares da te...

. A Top Model de Chaves

. Gato de Orjais

. Tradições (quase) perdida...

. O Despertar

. Voar é possível

. Aqui há lontras

.arquivos

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.ligar a:

.Creative Commons

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

.Desde 09-01-07

.Estão a espreitar

online

.G+

blogs SAPO

.subscrever feeds