Sábado, 28 de Agosto de 2010

A Semana do Ferro e da Ferrugem, também armado

.
Claro que a semana do ferro não poderia passar sem aquele que é armado para receber betão, às vezes b€tão.
.


publicado por Fer.Ribeiro às 04:01
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Agosto de 2010

A Semana do Ferro e da Ferrugem

 

 

.
Coisas da ferrugem!
.


publicado por Fer.Ribeiro às 03:27
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Agosto de 2010

A Semana do Ferro e da Ferrugem

Aqui fica mais ferro e ferrugem para ambos os gostos - P&B ou cor.

 

.

.

 

 

.

 

.

.


publicado por Fer.Ribeiro às 03:43
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Agosto de 2010

A Semana do Ferro e da Ferrugem

.


publicado por Fer.Ribeiro às 02:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 23 de Agosto de 2010

A Semana do Ferro e da Ferrugem

.

Mais que a sua força, é um fascínio. Temperado, moldado, serve não só a força e revoluções como também a arte. Admiro-lhe a força, a utilidade e a resistência, mas sobretudo aprecio-o na arte, por muito simples que seja…

 

 

Entramos assim na semana do ferro, da sua arte  e da sua inseparável ferrugem.

 

 

.


publicado por Fer.Ribeiro às 00:44
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Agosto de 2010

O Fim das Viagens em Amesterdão

 

 

 

.

Termina aqui a semana das viagens, a ilusão e memória de viagens antigas, pois a realidade já há muito que é de trabalho.

 

.

.

 

Amesterdão é um destino obrigatório de viagens e um desafio à fotografia. Conseguir uma foto sem uma bicicleta, é quase tarefa impossível.

 

.

.

 

Para rematar as viagens, ficam três fotos de uma cidade que nem precisava de registos, pois é uma daquelas que pela sua singularidade fica registada na memória para todo o sempre.

 

A próxima semana fotográfica pode ser de ferro e ferrugem.

 

 

 

 



publicado por Fer.Ribeiro às 02:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 17 de Agosto de 2010

Amishes - Pensilvânia

 

 

 

 

Mais uma para ficar sem palavras, pois pela certa não conseguiriam transmitir a sensação e o momento.

 

 



publicado por Fer.Ribeiro às 03:21
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Agosto de 2010

Niagara Falls

 

 

 

 

 

 

Ainda ontem dizia que a imagem vale mais que mil palavras, e é verdade, mas também muitas vezes a imagem fica aquém da grandeza da realidade, é o caso.



publicado por Fer.Ribeiro às 03:14
link do post | comentar | favorito
Domingo, 15 de Agosto de 2010

Astúrias

 

 

 

.

 

Há mesmo imagens que valem mais que mil palavras. Desta, apenas digo o local: Astúrias.

 

 


publicado por Fer.Ribeiro às 03:46
link do post | comentar | favorito
Sábado, 14 de Agosto de 2010

Celanova, aqui ao lado.

Às vezes corremos esse mundo fora para ver e estar num lugar quê, sabe-se lá porquê, se meteu nas nossas cabeças ser obrigatório visitar e, deixamos esquecidas verdadeiras relíquias mesmo à porta de casa.


.

.

 

Celanova, aqui ao lado na Galiza, é um desses lugares à porta de casa, um dos muitos que menosprezamos e vamos ignorando no planeamento das nossas viagens… mas um dia, lembrei-me, e fui até lá. Ainda hoje, passados alguns anos,  não me arrependi da decisão que então tomei.

 

 



publicado por Fer.Ribeiro às 04:04
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 13 de Agosto de 2010

NYC "apenas"

tags:

publicado por Fer.Ribeiro às 02:59
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 11 de Agosto de 2010

Semana das Viagens

Concluído o ciclo da pedra entro na semana das viagens, poucas (infelizmente muito poucas), tão poucas que pela certa me vou ter de repetir durante a semana das viagens, pois algumas, delas, só tenho registos de memória, sem imagens.

 

.

.

 

Sei que no contexto mundial do glamour das luzes, não passo de um pacóvio parolo que vive aqui em Trás-os-Montes, mas felizmente a vida tem-me proporcionado, poucas, mas algumas viagens, que, longe do sonho das minhas viagens e estadias noutras culturas e povos, vou tendo a oportunidade de ir conhecendo umas coisinhas, às vezes por mero acaso do destino, tal como aconteceu com Eindhoven, na Holanda, uma pacata cidade que deixou a marca da diferença.

 

 

 

 



publicado por Fer.Ribeiro às 03:57
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Agosto de 2010

E adeus pedra...

.

Falar sobre a pedra de cada um

É complicado

Cada um tem a sua

E o direito a ser apenas sua

Mas há sempre os que insistem

Em que a pedra dos outros

É melhor que a deles

e partem sem destino

ignorando que as melhores

pedras

estão mesmo ali

debaixo dos seus pés

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Ainda bem que esta coisa da pedra

Era só para durar uma semana

Pois já estava a ficar pedrado de todo.

.

.

.

.

.

.

E com as pedras de hoje me vou

Amanhã, seja o que Deus quiser

Ou eu….

….

.

.

.

.

Não se iludam pelas formas

Pois também isto não é poesia.

 

 

 

 


publicado por Fer.Ribeiro às 03:34
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 9 de Agosto de 2010

Pedra e poesia pois

 

.
Ora cá esta ela,
toda arrumadinha,
aparelhadinha, l
ado a lado,
uma após a outra,
desenhando curvas de ilusão,
desafiando as geometrias
mais complexas,
eu sei lá…
para um lado e para o outro,
lá vamos debitando os nossos passos,
apressados ou não sem quase nunca
nos darmos conta que são elas
que conduzem o nosso caminho,
aliás como em tudo na vida…
julgamos conduzir e somos conduzidos,
nem que seja por simples cubos de granito…
é a pedra!
Das folhas caídas e outros (possíveis) poemas,
hoje não vos falo
dou apenas forma de poema à prosa
pois
fartei-me de as aturar
(impingidas)
no tempo em que tudo
ainda era brincadeira…
Mas ái de alguém que diga que isto não é poesia!
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
eu sei que nem é poesia e a prosa até é fraca, mas às vezes basta a forma para criar a ilusão.

 

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

.

 

tudo depende da pedra!
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
dá-me gozo gozar assim.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
acabou, não há mais!
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
pedra por hoje!
.

 


publicado por Fer.Ribeiro às 03:12
link do post | comentar | favorito
Sábado, 7 de Agosto de 2010

PEDRAS – DOIS EM UM – DEVANEIOS E REALIDADE



 

Ontem nos meus devaneios, e cada um lá tem os seus, falava da pedra, daquela que era a minha pedra. Ia dizendo que gosto dela simples, bruta, rachada ou aparelhada, lado-a-lado, uma em cima da outra, nas ruas, nas calçadas, na aldeia ou na urbanidade da cidade. Pedra, simplesmente pedra, apenas, mais nada.

 

.

 

Soutelinho da Raia

 

 

Claro que isto foi nos meus devaneios diários que até prometem durar toda uma semana. Mas uma coisa é andar para aí com devaneios e outra é a realidade. No entanto, às vezes, devaneios e realidades estão tão próximos que se confundem, misturam, parecem ser uma e a mesma coisa. Às vezes até o são.

 

.

 

Roriz

 

.

 

Pois no caso da pedra, da minha pedra, devaneios e realidade passeiam de mão dada. Mas não é apenas pela pedra simples e bruta, mas sim, isso sim, pela pedra, pelas pedras que têm história ou - melhor que isso - muitas estórias, segredos, confissões, testemunhas, paixões, solidão…tudo isto pode caber numa pedra, nas pedras, nas minhas pedras que têm vida dentro, em cima delas, ao seu lado. É nestas pedras que andam todos os meus devaneios e realidades, de pedra em pedra até à pedra final, aquela que um dia será a contradição de todo o discurso…ou talvez não, talvez seja mesmo ai que começa todo o discurso de uma vida…

 

Cada um tem a sua pedra, as minhas, são estas!

tags:

publicado por Fer.Ribeiro às 10:00
link do post | comentar | favorito

.Para acompanhar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Às cegas com uma nesga de...

. Sobre a calçada

. Um elogio ao equinócio da...

. Reflexos flavienses

. Nyc - Reflexos

. Devaneios Fotográficos

. Outros sabores à margem

. New Yorker

. Reflexos

. Amsterdam

.arquivos

. Julho 2017

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.ligar a:

.Creative Commons

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

.Desde 09-01-07

.Estão a espreitar

online

.G+

blogs SAPO

.subscrever feeds