Quinta-feira, 23 de Agosto de 2012

Devaneios com aves e putos de bigode

 

Não tenho vergonha nenhuma em dizer que existem assuntos que eu não domino e um deles é o da fauna, principalmente o das aves, tantas que elas são. Conheço as galinhas, os perús, os patos, os gansos, e os pardais que me pousam no quintal, mas também os melros, os tordos, as pombas, as rolas, os pintassilgos, as pegas, as cegonhas, ou seja, a passarada cujo habitat   é o que rodeia a minha casa. Fora isso, mais selvagem só mesmo as perdizes, os gaios e as aves de rapina, que para mim, são todas águias. À beira mar, conheço as gaivotas. Tudo isto para vos dizer que há dias, num passeio fotográfico com o amigo L. ao longo da Ria de Aveiro, a certa altura vi uma gaivota pousada em cima de uma baliza de madeira da ria e comentei “ A gaivota está mesmo a posar para a foto” e vai daí o meu amigo L. disse-me – “ é uma andorinha”. Pois pensava eu que andorinhas eram só aquelas que por aqui fazem os ninhos nos beirais dos telhados e que fazem uma chiadeira insuportável quando andam umas atrás das outras… bem, fiquei a saber que afinal no mar não há só gaivotas.

 

Tudo isto porque queria dar nome à personagem da primeira foto e inicialmente fiquei sem saber que raio de ave era. Gaivota não me parecia, andorinha do mar também não, mas afinal, e depois de pesquisa apurada cheguei à conclusão de que, se calha, até é mesmo uma gaivota, mas de cabeça preta. Tenho de perguntar ao meu amigo L.




Mas conhecendo agora melhor a Ria de Aveiro, não me estranha nada que tivessem pintado a cabeça à gaivota, tal como pintam outras coisas, ou então, sou eu que também desconheço esta espécie da segunda foto dos putos de loiça, daqueles que costumam pôr nos jardins a fazer chichi, pois os da minha terra lá fazem o chichi deles, mas não têm bigode. Ou serão devaneios, ou então um menino que já é homem, mas pequenino.

 

Bem, de passarada não percebo mesmo nada, por isso, é melhor ficar-me por aqui.




publicado por Fer.Ribeiro às 03:06
link do post | comentar | favorito

.Para acompanhar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Às cegas com uma nesga de...

. Sobre a calçada

. Um elogio ao equinócio da...

. Reflexos flavienses

. Nyc - Reflexos

. Devaneios Fotográficos

. Outros sabores à margem

. New Yorker

. Reflexos

. Amsterdam

.arquivos

. Julho 2017

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.ligar a:

.Creative Commons

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

.Desde 09-01-07

.Estão a espreitar

online

.G+

blogs SAPO

.subscrever feeds